Outubro Rosa

Outubro Rosa

         A Secretaria Municipal de Saúde de Alto Rio Doce, aderida à campanha Outubro Rosa que tem como objetivo principal a conscientização e alerta as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e sobre o câncer de colo do útero.

MAMOGRAFIA

         O Ministério da Saúde/Instituto Nacional do Câncer (INCA) recomenda que todas as mulheres com idade entre 50 e 69 anos realizem mamografia com intervalos máximos de 2 anos visando a detecção precoce do Câncer de mama.
Para mulheres pertencentes a grupos com risco aumentado para desenvolvimento de Câncer de mama, recomenda-se mamografia anual a partir dos 35 anos de idade.
São considerados grupos de risco:
• Mulheres com história familiar de pelo menos um parente de primeiro grau (mãe, irmã ou filha) com diagnóstico de câncer de ovário ou de mama,

Exame Citopatológico / Papanicolau / Preventivo

         O exame citopatológico, inclusive o chamado “preventivo ginecológico”, envolve uma avaliação morfológica celular determinante para a detecção, por exemplo, de uma pré-malignidade ou malignidade, o que quando associado a um quadro clínico específico, permite ao médico direcionar o paciente para um tratamento clínico ou cirúrgico.

         Toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. Inicialmente, o exame deve ser feito anualmente.

         Informamos que em todas as Unidades Básicas de Saúde de Alto Rio Doce realizam a coleta para o exame CITOPATOLÓGICO, e as mamografias são encaminhadas para realização nos municípios de Barbacena e Conselheiro Lafaiete.

Edu-Nutri-1024x45

 

       Pensando no bem-estar da população, o município de Alto Rio Doce vem realizando diversas atividades coletivas de educação em saúde. Dentre essas ações, destacam-se aquelas referentes à promoção de uma alimentação saudável, uma vez que hábitos alimentares adequados contribuem significativamente para a qualidade de vida dos indivíduos, para a prevenção e controle de doenças. Para tanto, trabalhos de educação nutricional foram desenvolvidos pela Nutricionista do NASF, Aline Costa, juntamente com as estagiárias de Nutrição conforme o seguinte:

– Palest600x400ra na UBS de Abreus, com os públicos hipertensos, diabéticos e cardiopatas, onde foram oferecidas orientações nutricionais relacionadas a tais patologias; 

– Sala de espera da pediatra na UBS Xopotó. Foram trabalhados os temas: Aleitamento materno e alimentação complementar;

– Palestra no grupo de diabéticos e hipertensos da UBS de Missionários. Tema: Benefícios de uma alimentação adequada para o controle da glicemia e da pressão arterial sistêmica. Houve a demonstração da quantidade de sal e açúcar presentes nos alimentos industrializados;

– Palestra no Lar São Vicente de Paulo. Os temas abordados foram “Higiene na produção de refeições e Alimentação adequada para diabéticos e hipertensos;” 

– Sala de espera com as gestantes da UBS Croatás. Tema: Alimentação na gestação e importância do aleitamento materno.

– Palestra na comunidade de Valverde abordando o tema “Alimentação saudável para diabéticos, hipertensos e cardiopatas;”

– Orientações nutricionais para controle glicêmico e distribuição de chup-chup produzido combatata yacon no grupo de insulinodependentes;

Projeto de Saúde Bucal Itinerante

odontosesc

                 Unidade Móvel de Saúde do Sesc oferecerá atendimentos gratuitos até novembro.

             A unidade móvel OdontoSesc chega a Alto Rio Doce para atender o trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo, seus dependentes e a comunidade em geral. O Projeto de Saúde Bucal itinerante, em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade, pretende oferecer, gratuitamente, atendimentos odontológicos até 09 de novembro. A carreta ficará estacionada na Praça Ernestina Couto da Silva Moreira, S/N, bairro São José – Alto Rio Doce/MG (em frente a Secretaria de Saúde). O horário de funcionamento da unidade será de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

       Serão realizados aproximadamente 7 mil procedimentos odontológicos, como restauração em resina fotopolimerizável, amálgama e cimento de ionômero de vidro (CIV), tratamento de canal (dentes anteriores), cirurgias simples (extração dentária e restos radiculares), remoção de tártaro, limpeza e escovação supervisionada, além de radiografias para pacientes em tratamento. A seleção de pacientes será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde.

         Para informações sobre os atendimentos e disponibilidade de vagas, entre em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Alto Rio Doce, através do telefone (32) 3345-1271. 

NASF

NASF

3ª Idade -

Grupo de Bem com a Vida

             O Grupo de Bem com a Vida é composto basicamente por mulheres da Terceira Idade, e a equipe do Núcleo de Apoio de Saúde da Família (NASF) começou a atuar junto a esse grupo que já existia, através da Assistente Social Sabrina.

          Os encontros acontecem no Salão Paroquial, localizado no bairro Centro de Alto Rio Doce,  toda quinta-feira das 15:30 horas às 17:00 horas. São realizadas atividades lúdicas, relativas basicamente a dinâmicas que retomem a infância ou que proporcionem estreitamento de laços entre elas; jogos variados referentes à memorização, como jogo das três pistas, adedanha, palavras cruzadas, caça- palavras, jogo da memória, atividades de desenvolvimento da coordenação motora como colorir, brincar de massinha, recortar, entre outros.

             Além disso, existe um espaço onde se contam histórias do passado e do presente para que se promova a interação social.

Secretaria de Saúde
Tel.: 3345-1271

Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT).

29 de Agosto – Dia Nacional de combate ao Fumo

         O tabagismo é reconhecido como uma doença crônica causada pela dependência à nicotina presente nos produtos à base de tabaco. No mercado nacional e internacional há uma variedade de produtos derivados de tabaco que podem ser usados de várias formas: fumado/inalado, aspirado, mascado, absorvido pela mucosa oral. Todos contém nicotina, causam dependência e aumentam o risco de contrair doenças crônicas não transmissíveis. Ele é a principal causa de câncer de foto tabagismopulmão no mundo, no Brasil, é a segunda causa mais frequente. O tabaco fumado em qualquer uma de suas formas causa até 90% de todos os cânceres e é um fator de risco significativo para acidentes cerebrovasculares e ataques cardíacos mortais. Os produtos de tabaco que não produzem fumaça também são responsáveis pelo desenvolvimento de câncer de cabeça, pescoço, esôfago e pâncreas, assim como muitas patologias bucodentais.

      O tabagismo é considerado uma doença pediátrica, pois 80% dos fumantes começam a fumar antes dos 18 anos. No Brasil, 20% dos fumantes começaram a fumar antes dos 15 anos, e 428 pessoas morrem por dia por causa da dependência a nicotina.

     A OMS alerta, em particular, para a necessidade de se regular os cigarros aquecidos e os cigarros eletrônicos, porque considera que além de prejudiciais para a saúde, esses produtos podem servir de porta de entrada para o vício de fumar entre os jovens, principalmente, e para outros vícios.

homem fumando

     Não importa o lugar. A fumaça gerada pelo cigarro circula pelos mais diversos ambientes: calçadas, casas, bares, paradas de ônibus e até mesmo no seu local de trabalho. Compartilhado muitas vezes de forma irrestrita, o odor não apenas incomoda, mas também oferece riscos consideráveis à saúde.

      O Brasil é referencia mundial no combate ao tabagismo, sua ação vem sendo articulada pelo Ministério da Saúde através do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), o que inclui um conjunto de ações nacionais que compõem o Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT). O Programa tem como objetivo reduzir a prevalência de fumantes e a consequente morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco no Brasil seguindo um modelo lógico no qual ações educativas, de comunicação, de atenção à saúde, junto com o apoio a adoção ou cumprimento de medidas legislativas e econômicas, se potencializam para prevenir a iniciação do tabagismo, principalmente entre adolescentes e jovens; para promover a cessação de fumar; e para proteger a população da exposição à fumaça ambiental do tabaco e reduzir o dano individual, social e ambiental dos produtos derivados do tabaco.

Atenção Primária à Saúde
Lázara Rafaela Cardoso da Silva – Enfermeira e coordenadora
Alto Rio Doce – MG
(32) 3345-1433 – (32) 9 9928-5738

Práticas corporais e atividade física à população

 anigifatividades   A atenção primária à saúde tem investido na formulação, implementação e concretização de políticas de promoção, proteção e recuperação da saúde, por isso, há um grande esforço na construção de um modelo de atenção à saúde que priorize ações de melhoria da qualidade de vida dos indivíduos.

        Com esse propósito o município de Alto Rio Doce-MG, vem fazendo sua parte com várias atividades voltadas para educação em saúde em grupos visando à prevenção de doenças e promoção, manutenção e recuperação a saúde. São desenvolvidas várias atividades no município como, por exemplo: práticas corporais através de alongamentos, ginasticas localizadas e atividades lúdicas, divididas por faixas etárias desde crianças até a terceira idade.

Secretaria de Saúde
Gustavo de Vasconcelos Fortuna
Enfermeiro e Secretário Municipal de Saúde
Alto Rio Doce – MG
(32) 3345 – 1271 ou 98474-6585

anigifcestrela

 

1

         As Secretarias Municipais de Saúde e de Educação de ALTO RIO DOCE, representadas pelos seus Secretários de Saúde (Gustavo de Vasconcelos Fortuna e Educação (Simone Dias Martins Gonçalves) pactuaram e formalizaram as responsabilidades e metas inerentes à execução do Programa Saúde na Escola, nos territórios de responsabilidades, objetivando o desenvolvimento das ações de promoção e atenção à saúde e de prevenção das doenças e agravos relacionados à saúde dos escolares, articulada de forma intersetorial entre as redes de saúde e de educação.

         As Secretarias Municipais de Educação e de Saúde do Município comprometeram-se em:

Constituiranigif-2 Grupo de Trabalho Intersetorial Municipal (GTI-M) responsável pela gestão do PSE no território. O GTI-M devem ser compostos, minimamente, pelos Secretários da Saúde e da Educação, por representantes da Atenção Básica e da Educação Básica.

• Promover a articulação do Programa Saúde na Escola (PSE) com os projetos político- pedagógicos das escolas envolvidas no programa;

• Definir as estratégias específicas Municipais para o cuidado dos escolares identificados com necessidades de saúde;

     As seguintes ações são contempladas em todas as escolas municipais e estaduais através das 5 Equipes da Estratégia de Saúde Família (ESF), Núcleo de Apoio da Saúde da Família (NASF) e profissionais da atenção primária a saúde:

1. Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti;
2. Promoçãanigif-1o das práticas Corporais, da Atividade Física e do lazer nas escolas;
3. Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas;
4. Promoção da Cultura de Paz, Cidadania e Direitos Humanos;
5. Prevenção das violências e dos acidentes;
6. Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação;
7. Promoção e Avaliação de Saúde bucal e aplicação tópica de flúor;
8. Verificação da situação vicinal;
9. Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil;
10. Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração;
11. Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS;
12. Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração;
13. Escovação dental supervisionada.