8 de março - Dia dedicado em homenagem as Mulheres!

08/03/2024

O Dia Internacional da Mulher em 8 de março é um marco para lembrar as lutas históricas das mulheres e incentivar a igualdade de gênero. É uma data para reivindicar direitos como o acesso à educação, voto e paridade salarial.
 
Oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, o Dia Internacional da Mulher celebrado em 8 de março simboliza a luta histórica das mulheres por igualdade de gênero em todas as esferas.
 
É um momento necessário para refletir sobre as lutas históricas das mulheres, afinal, ao longo da história, as mulheres têm desempenhado papéis fundamentais na construção social, impulsionando mudanças e avançando em direção a um mundo mais justo e igualitário.
 
Desde os movimentos sufragistas até os protestos contemporâneos contra a discriminação e a violência de gênero, por exemplo, as mulheres têm sido agentes de transformação, desafiando estereótipos e reivindicando seus direitos.
 
A princípio, o objetivo da data era a reivindicação feminina por igualdade salarial e melhores condições de trabalho, mas atualmente, serve para chamar a atenção para diversas lutas das mulheres, como o fim da violência doméstica e do machismo e também por políticas públicas mais amplas e eficazes em prol das mulheres.
 
Por que 8 de março?
Há muitas versões para o que motivou que o Dia Internacional da Mulher se tornasse um marco tão importante para a luta das mulheres ao redor do mundo. A origem da data se dá por vários momentos históricos e políticos para as mulheres:
 
Ainda em 1910, aconteceu a ll Conferência Internacional das Mulheres em Copenhague. A partir desse encontro, Clara Zetkin (1857-1933), uma feminista alemã que seguia o feminismo marxista, convidou trabalhadoras do mundo inteiro para se unir em prol da luta pelos direitos femininos. A ideia era realmente ter uma data no calendário para discutir pautas importantes, como o direito ao voto, por exemplo.
 
Depois disso, em 25 de março de 1911, houve um incêndio na fábrica Triangle Shirtwaist, em Nova York, nos Estados Unidos, que matou 146 pessoas, sendo 125 mulheres trabalhadoras operárias. Essa tragédia incentivou que ainda mais mulheres se unissem em prol de melhores condições de trabalho.
 
Já em 08 de março de 1917, segundo o calendário ocidental, mulheres russas, tecelãs e familiares de soldados, se uniram em um protesto que foi chamado de “Pão e Paz”. Foram de fábrica em fábrica convocar cada trabalhadora.
 
Nesta marcha, na qual a atuação feminina foi um marco para as transformações políticas da época, mulheres saíram às ruas de São Petersburgo para pedir por pão, melhores condições de vida e pela saída da Rússia da Primeira Guerra Mundial. O movimento operário aderiu à manifestação e cerca de 50 mil trabalhadores entraram em greve. A marcha ainda fortaleceu a causa do sufrágio feminino no país. 
 
Com as conquistas alcançadas por trabalhadoras de diversos países devido à greve na Rússia, o dia 8 de março tornou-se aos poucos uma data para homenagear a luta feminina.
 
A partir dos anos 1960, a comemoração informal do Dia Internacional da Mulher já tinha se tornado tradicional, mas em 1975 foi oficializada quando a ONU declarou o Ano Internacional das Mulheres.
 
 
Fonte: https://www.terra.com.br/nos/dia-internacional-da-mulher-como-surgiu-e-a-historia-por-tras-da-data,c82f6ee05d3b1052400fd60fae0aecf3lieuj586.html?utm_source=clipboard

COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA